“Precisamos pressionar a Fifa”, diz presidente do Sinaenco – Portal da Copa – 30/06

brasil2014

“Precisamos pressionar a Fifa”, diz presidente do Sinaenco

Convidado para participar da primeira audiência pública para discutir as providências relativas à organização da Copa do Mundo de 2014, nesta terça-feira (30), em Brasília, o presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia (Sinaenco), José Roberto Bernasconi, alertou os parlamentares para a proximidade do Mundial.

“Faltam apenas cinco anos para a Copa, e o Brasil já está atrasado. É preciso que as autoridades competentes pressionem a Fifa para saber quais serão as sedes dos jogos de abertura e encerramento do campeonato, para que esses locais possam desenvolver os projetos e trabalhar com foco”, avisa. Bernasconi ressalta que a Fifa guardará essa informação pelo menos até 2010, o que dificultaria a preparação das capitais escolhidos.

O Caderno de Encargos da Fifa, que traz as exigências da entidade para a realização dos jogos, diz que para receber o jogo inaugural ou final da Copa o estádio deve ter capacidade para 60 mil expectadores. Mas as outras partidas requerem arenas com apenas 40 mil lugares. “A diferença é grande, e por isso são necessárias mais informações por parte da organização do evento para que seja realizado um planejamento. A Fifa nos cobrará mais tarde, e só poderemos corresponder a suas demandas se primeiro cobramos agilidade da entidade”, ressalta o presidente do Sinaenco.

Bernasconi conquistou o apoio dos participantes da audiência, que acontecerá periodicamente até o fim do ano. A iniciativa de reunir ministros de Estado, governadores, prefeitos, presidentes de empresa públicas, representantes do Comitê Organizador Local da CBF e representantes de segmentos organizados da sociedade civil foi das comissões de Fiscalização Financeira e Controle; Desenvolvimento Urbano, e de Turismo e Desporto, criadas com o objetivo de fiscalizar a utilização dos recursos públicos a serem destinados às obras de infraestrutura para a realização do mundial.

Disputa
Até o momento três capitais brasileiras estão interessadas no jogo de abertura da Copa de 2014. Belo Horizonte, São Paulo e Brasília dizem ter os requisitos necessários para receber o pontapé inicial do Mundial. Para a final, ainda não há briga: o Rio de Janeiro está confiante de que sediará a última partida da Copa no Brasil.

——————————————-
Bom, a “reclamação” está totalmente certa. Só não acho correta a utilização do termo “pressionar”.

Há quem diga que a escolha das cidades que vão abrir e fechar a Copa do Mundo será feita somente em 2011. E que isso seria uma forma de Ricardo Teixeira ter todos aos seus pés durante este período.

Especulações a parte, é necessário sim que essa definição seja feita o quanto antes. Na verdade, para a maior parte delas, não há essa disputa. Apenas São Paulo, Brasília e Belo Horizonte brigam para abrir a Copa. E o Rio de Janeiro é dado como certo para a final. Com isso, temos outras oito cidades que não precisam dessas definições para botar a mão na massa.

Sobre a abertura, será tema de ou outro tópico meu. Se depender de estádio, parece que será mesmo em Brasília. Que também levaria vantagem por ser a capital e ter menos trânsito. São Paulo tem o poder econômico e a estrutura de uma grande metrópole. Sinceramente, não vejo Minas na disputa. Em outra ocasião, eu explico o meu ponto de vista.

Anúncios

Uma resposta

  1. Gostei do seu blog, muito bom. Parabéns!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: