Morumbi deve ser escolha natural para abertura, diz ministro – Terra – 01/07

Luiz Barreto, Ministro do Turismo

Luiz Barreto, Ministro do Turismo

A escolha da cidade de São Paulo para abrigar o jogo de abertura da Copa de 2014, que será realizada no Brasil, deverá fazer parte de um processo “natural”, na opinião do ministro do Turismo, Luiz Barretto.

“É natural ter a abertura na maior cidade do Brasil e a final no grande Maracanã, que é a principal arena esportiva do país, palco da Copa de 1950”, afirmou o ministro, ressaltando que a decisão sobre as cidades que receberão os jogos de abertura e fechamento da Copa cabe exclusivamente à Federação Internacional de Futebol (Fifa).

De acordo com o ministro, a expectativa do governo é de que o jogo inicial da Copa seja mesmo realizado no Morumbi, embora o estádio do São Paulo Futebol Clube tenha sido criticado pela Fifa.

“Já temos um estádio pronto e essa é uma vantagem. Ele tem de sofrer as adaptações necessárias. O presidente Juvenal Juvêncio, do São Paulo, deu declarações públicas de que vão ser feitas as adaptações necessárias e exigidas pela Fifa. O Morumbi hoje já é uma arena importante não só para jogos de futebol mas para grandes eventos na cidade de São Paulo”, disse.

Segundo o ministro, o problema para receber a Copa não será a construção dos estádios.

“Acho que a mobilidade urbana hoje é um tema importante nas grandes metrópoles do mundo. Qualquer aglomerado urbano que tenha 8, 10 ou 12 milhões de habitantes tem problemas de mobilidade. Esse é um tema importante e o PAC Programa de Aceleração do Crescimento já ajuda muito. Esse é o grande legado de um evento como esse: deixar para a sua população, independente da Copa, uma aceleração e um adiantamento de obras de infraestrutura”, declarou.

De acordo com o ministro, o governo tem estudado oferecer linhas de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e de bancos públicos para a construção de hotéis e reformas de parques hoteleiros que abrigariam os turistas do evento.

A ideia do Ministério do Turismo é aproveitar o maior evento do futebol mundial para impulsionar o turismo no Brasil, atraindo pessoas para 65 destinos, de alto padrão de qualidade. “Não é só as 12 cidades que sediarão a Copa que vão ganhar com a Copa. É todo o Brasil”, afirmou.

O ministro afirma que o Brasil tem capacidade de fazer um grande evento. “Temos que adaptar a Copa a um país em desenvolvimento que não pode, de uma hora para outra, resolver todos os seus problemas. Mas tenho certeza de que a gente fará uma grande Copa.”

http://esportes.terra.com.br/futebol/brasil2014/interna/0,,OI3853984-EI10545,00.html

————————————————————————-

Apesar da matéria ter sido publicada no Terra, ela é da Agência Brasil, que é a agência de notícias oficial do governo brasileiro.

O conteúdo está em linha com o que tem sido publicado nos últimos dias. O Morumbi está praticamente confirmado como estádio paulista para a Copa. Depois de tanto apoio de todas as esferas de governo, fica mais fácil conseguir investidores na iniciativa privada. E também enfraquece a idéia de um novo projeto para a capital paulista. O São Paulo atendendo as exigências da Fifa dentro dos prazos, não existe motivos para que o Morumbi não seja utilizado.

O que chama a atenção é um pronunciamento de uma figura do governo federal dizendo que o normal é que a abertura da Copa seja no Morumbi. É uma posição de uma figura importante do governo, que pode sinalizar a tendência da escolha da capital paulista como sede da abertura.

Fico pensando que seria mais fácil se as cidades chegassem a um acordo sobre o seus papéis na Copa do Mundo. Por exemplo, uma delas fica com a abertura, outra com uma semi-final e a terceira com o terceiro jogo do Brasil na fase de grupos. Claro que isso é uma idéia minha, mas seria melhor para todos se as cidades definissem isso, sem esperar pela Fifa. Por exemplo, o Rio é consenso para a final da Copa.

Vale a nota. Luiz Barreto é de São Paulo. Lula, apesar de ser pernambucano, tem berço político em São Paulo. Outra figura importante, o ministro dos Esportes, Orlando Silva Junior, é de Salvador,mas tem tido uma participação importante na política de São Paulo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: