Entrevista: Ruy Ohtake – Portal da Copa – 26/7

Imagem do hotel Unique, um dos projeto de Ruy Ohtake em São Paulo

Imagem do hotel Unique, um dos projeto de Ruy Ohtake em São Paulo

O Portal da Copa publicou na tarde de domingo uma entrevista com Ruy Ohtake, o arquiteto do projeto de reforma do Morumbi. Não há nada de muito esclarecedor na matéria, apenas algumas considerações sobre assuntos que já foram bastante debatidos e comentados.

O ponto que seja talvez o mais interessante diz respeito à cobertura do estádio. Ohtake conta que o projeto ainda não está definido, que estão sendo feitos alguns estudos técnicos. Isso comprova uma das minhas teorias que parte dos projetos de todos os estados ainda podem mudar na parte visual, já que a cobertura pode ser totalmente diferente de acordo com o resultado dos estudos.

Fora isso, a entrevista pecou por não perguntar quais foram as modificações feitas no projeto seguindo as orientações da Fifa. Como ficou a área de imprensa? E o estacionamento para caminhões de transmissão?

No mais, nada de novo.

Segue a entrevista na íntegra:

Entrevista: Ruy Ohtake

Ruy Ohtake,autor do projeto de remodelaçao do estádio do Morumbi está confiante de que a arena renovada será o palco da Copa do Mundo na cidade de São Paulo. Ohtake recebeu o repórter do Copa2014.org.br na sexta-feira, 24 de julho, data em que estava fazendo a terceira entrega de projetos para a direcão do São Paulo Futebol Clube. Nesta entrevista ele esclarece que tudo no Morumbi estará pronto até dezembro de 2012

Como o senhor vê todos esses comentários na imprensa sobre os pontos falhos do Morumbi e a possibilidade de que o estádio seja recusado pela Fifa?
São boatos. Nós cumprimos todas as etapas formais exigidas pela Fifa e não recebemos nenhum comentário oficial. Entregamos o primeiro estudo em agosto de 2008, o segundo em 15 de janeiro de 2009, e hoje mandamos a terceira remessa, antes do prazo exigido. Eu enviei todos os documentos oficiais solicitados e não recebi qualquer comentário ou pedido de alteração nos projetos. Tudo está sendo feito para que as obras estejam prontas em dezembro de 2012.

Há algumas semanas, diretores da Fifa, como Joseph Blatter e Jerome  Vacker apontaram restrições ao Morumbi, especialmente em relação à falta de espaços para as instalações de hospitabilidade e imprensa…
Os dados que estão no Caderno de Encargos da Fifa devem ser vistos como recomendacões, não como um regulamento que deva ser seguido com rigidez, especialmente nos estádios existentes. Em estádios novos, tudo pode ser feito, mas naqueles que serão reformados tem que haver certa flexibilidade, caso contrário a Copa se torna inviável. Alguns itens, como o tamanho do campo, a iluminação necessária, ou as condições dos vestiários devem sim ser vistas como obrigatórias. O Morumbi está dentro de uma área densamente ocupada, com grandes vantagens urbanas, mas que poderá passar somente por alguns ajustes.

Um dos pontos que têm sido criticados é a limitação de lugares para os torcedores e também as vagas para estacionamento. Como o projeto responde a esse problemas?
O Morumbi existe há 40 anos e sua capacidade original era de até 130 mil lugares. Por volta dos anos 1990, houve uma redução para 85 mil espectadores, por medida de segurança. O projeto que estamos desenvolvendo terá 62 mil lugares, bem acima do que é exigido pela Fifa. Nunca se falou em 40 mil, como andam falando em certa matérias na imprensa. Serão 62 mil lugares. Quanto ao estacionamento, nós projetamos aquela grande praça diante do estádio e embaixo dela haverá um estacionamento para 3.600 carros.

E o transporte coletivo?
Teremos o metrô. A estação Morumbi será inaugurada em 2011 e estará a menos de 1.120 metros do estádio. Então, a maioria das pessoasque forem ver os jogos da Copa preferirá ir aos jogos de metrô, que é mais confortável e evita a preocupação com o estacionamento. Essa distância entre a estação e a entrada do Morumbi também serve como um corredor de dispersão dos torcedores, para evitar o acúmulo de passageiros no metrô num único momento. Quem quiser ir de carro terá as vagas disponíveis.

E para que servirá esse estacionamento nos dias normais?
As pessos poderão deixar o carro e ir trabalhar de metrô, por meio de um microônibus, um VLT ou qualquer outro meio a ser pensado.

Como está o cronograma para execução das obras do Morumbi?
Uma parte do nosso projeto já está implantada. Por exemplo, a área comercial que planejamos no entorno do anel externo. Até o final de 2009, todo o estará funcionando, com lojas, restaurantes e outros serviços voltados para so torcedores e turistas que visitam o estádio. O Morumbi já está 80% pronto para a Copa do Mundo.

Mas e a cobertura?
Esse projeto, que é muito complexo, ainda não está definido. A diretoria do São Paulo está estudando o assunto e deverá definir a solução técnica mais adequada. Depois que a cobertura estiver definida poderemos fechar os estudos sobre a fachada.

A fachada terá aquelas faixas coloridas que têm caracterizado seus projetos mais recentes?
Ainda não sei, isso vai depender da cobertura, como eu disse. Mas acho que a cor é um conceito importante. O Brasil é um país que tem tradição de cor e estamso perdendo isso. Veja as cidades históricas, como Paraty, Salvador, Ouro Preto… as edificações são todas  coloridas, em tons fortes. E hoje é tudo cinza. Se você olhar uma foto aérea da região da Paulista, você verá que somente o prédio do (hotel) Renaissance (projetado por Ohtake nos anos 1990) é colorido, o resto é tudo cinza.

Como o senhor vê a Copa do Mundo no Brasil? Não seria melhor investir toda essa dinheirama em saúde, saneamento ou habitação?
A Copa pode ser uma grande oportunidade para o país. A Espanha foi o país que melhor soube aproveitar as Olimpíadas e a Copa. O grande salto da cidade de Barcelona foi dado em 1992, com as Olimpíadas e em 1994, com a Copa da Espanha e essa visão é muito saudável. Claro que Barcelona tinha outros problemas para resolver, mas a decisão de fazer os dois eventos atraiu milhares de turistas, de investimentos, e fez a cidade enriquecer. Barcelona renovou sua malha urbana, revitalizou o bairro medieval, criou obras de arte… e todo mundo quer ir para lá.

A propósito, o Morumbi terá alguma obra de arte para celebrar a Copa?
Eu acho isso muito importante e acredito que todas as cidades que terão a Copa deveriam criar obras de arte pública sobre o tema.

O senhor pode nos mostrar alguns desenhos atuais do projeto?
Prefiro manter o suspense e deixar para divulgar tudo depois de 31 de agosto, quando os projetos serão recebidos pela Fifa. Aguadem um pouco mais…

Confira a matéira no site

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: