Número de subsedes em xeque – O Povo – 28/7

Projeto do Castelão, em Fortaleza, para 2014

Projeto do Castelão, em Fortaleza, para 2014

Eu vivo dizendo que as cidades apresentaram projetos mirabolantes para conseguirem ser aprovadas para sedes da Copa de 2014. Não é novidade para ninguém que a Fifa sempre quis que a 2014 tivesse apenas dez sedes e não 12. A CBF insistiu e conseguiu que fossem as 12.

Nessa matéria, que saiu no jornal cearense O Povo, fala justamente sobre isso. O entrevistado é o consultor do Sinaenco, Jorge Hori. Ele lembra que para a Copa de 2010, foram selecionadas 11 cidades e 13 estádios, mas que duas acabaram desistindo. Agora serão nove cidades e dez estádios.

A grande diferença é que o momento de trabalhar com os investidores para a Copa de 2014 é agora. E o momento é difícil, crise mundial, dificuldade com o crédito. Além disso, existe a preocupação com a viabilidade desses estádios pós a Copa. Então, acho que não seria surpresa que duas cidades sejam cortadas. Cair para oito cidades, apesar de tornar a Copa mais viável, é meio improvável.

Veja a matéria que saiu no O Tempo

Número de subsedes em xeque

Para o consultor do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco), Jorge Hori, o Brasil pode ver despencar o número de subsedes da Copa de 2014 de 12 para oito. Ele critica projetos “mirabolantes” e sem previsão de custos.

O Brasil se prepara para contar com 12 cidades-sede na Copa do Mundo de 2014. Mas o número pode experimentar uma queda considerável. Quem alerta é o consultor do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco), Jorge Hori, para quem o Mundial deverá ter oito ou até menos subsedes. 

“Com 12 você abre um leque muito grande, fica complicado organizar. No caso do Brasil são necessárias oito cidades, até menos, já que cada cidade não deve ser sede de uma única chave”, explica Hori. 

Para ele, os principais entraves brasileiros serão seguir os prazos e orçamentos estipulados. “A Fifa (Federação Internacional de Futebol) pediu uma previabilidade econômica não só de onde viriam esses recursos, mas se eles se pagariam. As cidades prepararam projetos mirabolantes”, disse, destacando que o Governo Federal ficou de repassar recursos apenas para obras de infraestrutura – melhorias nos estádios e setor hoteleiro ficam a cargo dos estados e prefeituras. 

Jorge descarta, no entanto, que o Brasil dificilmente enfrentará problemas tão grandes no andamento das obras quanto os verificados na África do Sul, que sediará o Mundial de 2010. “O Brasil tem experiência nos eventos internacionais. Na África do Sul eles tiveram de contratar empresas estrangeiras pra obras. Aqui, o problema são as exigências da Fifa, que os arquitetos não dominam”, aponta. 

Mas vale destacar que a diminuição no número de cidades-sede não é novidade em Copas do Mundo. No Mundial da África do Sul, 11 cidades chegaram a ser aprovadas pela Fifa, porém, o número caiu para nove, após as desistências de Kimberley e Orkney, por problemas econômicos. A quebra nas contas gerou, inclusive, a redução no número de estádio de 13 para dez. As cidades brasileiras são: Brasília, Fortaleza, Cuiabá, Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro, Manaus, Porto Alegre, Natal, Recife, Salvador e São Paulo. Quem não abrir o olho, fica pelo caminho. 

O SINAENCO
O Sinaenco realizou estudos nas 12 subsedes brasileiras. O presidente da entidade, José Roberto Bernasconi, concedeu entrevista publicada ontem por O POVO em que expressou preocupação com o estouro no orçamento e herança de “elefantes brancos”. O POVO trouxe matéria sobre problemas na infraestrutura de Fortaleza na edição de domingo.

Veja no site

Uma resposta

  1. Ha, mas isso nao vai criar tanta polêmica ou render tanta notícia quanto o projeto “simplório” e “questionável” do Morumbi.

    Quem é sério no Brasil é piada, por mais que isso seja antagônico, hehe.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: