Entrevista exclusiva: Caio Luiz de Carvalho

Caio Luiz de Carvalho, falou com exclusividade para o blog Morumbi 2014

Caio Luiz de Carvalho, falou com exclusividade para o blog Morumbi 2014

Conforme prometido, fiz na segunda-feira (17) uma entrevista com Caio Luiz de Carvalho, presidente da SP Turismo e coordenador do comitê paulista da Copa de 2014. Em uma rápida conversa, ele passou algumas informações importantes sobre o projeto da cidade de São Paulo para a Copa do Mundo.

Nessa conversa, o foco foi as obras necessárias na cidade para que o Morumbi seja escolhido como o estádio para a abertura da Copa em 2014. Mais para frente, faremos novas entrevistas como os envolvidos em projetos específicos e, principalmente, na reforma do Morumbi.

Como o momento é de definição, a reunião dos representantes de São Paulo com a Fifa será na sexta-feira dia (21), e o prazo final para a entrega dos documentos é dia 31 de agosto, algumas coisas ainda podem mudar. Por isso que outras entrevistas devem ser feitas após a data-limite.

Bom, para quem não conhece, Caio Luiz de Carvalho é formado em Direito pela Universidade de São Paulo e atua na área do turismo desde 1983. Foi ministro do Esporte e Turismo no governo do presidente Fernando Henrique, presidente do Instituto Brasileiro do Turismo (Embratur), presidente eleito do Conselho Executivo da Organização Mundial de Turismo, além de Secretário Nacional de Turismo e Serviços do Ministério da Indústria do Comércio e do Turismo,.

Desde 2005 é Diretor Presidente da São Paulo Turismo S/A, empresa de economia mista com participação majoritária da prefeitura municipal de São Paulo. É o coordenador do Comitê Executivo dos trabalhos para realização em São Paulo da Copa do Mundo de 2014. Acumula a Presidência do Conselho Municipal de Turismo (ComTur).

Confira a entrevista:

Morumbi 2014: Em que estágio está o projeto que a cidade de São Paulo vai entregar para a Fifa?

Caio Luiz de Carvalho: O escritório Ruy Ohtake está finalizando o projeto básico que deve ser entregue a Fifa no dia 31 de agosto. A adequação do estádio do Morumbi para a Copa compreende três grandes setores:

– Arquitetura e Engenharia;
– Instalações elétricas, hidráulicas, automação de equipamentos, melhorias para gerar conforto ao público, etc.
– Cobertura do estádio

Na próxima sexta-feira, dia 21, O São Paulo Futebol Clube levará esta versão quase finalizada para a reunião com representantes da Fifa. É uma oportunidade importante para conferir as soluções apresentadas para logística de acesso e circulação do público, bem como o posicionamento das estruturas principais (áreas de hospitalidade, imprensa e facilidades operacionais)

Morumbi 2014: Como funciona o estudo da mobilidade no entorno do Morumbi? O que tem sido feito?

CLC: O estádio do Morumbi, como bem sabemos, está localizado em área totalmente urbana, e, portanto as soluções de mobilidade são diferenciadas. A Fifa exige cerca de 11 mil vagas de estacionamento ou transporte público de massa. No caso do Morumbi, esse transporte está garantido com a estação do metrô a mil metros do estádio e também com a logística de ônibus e bolsões de estacionamento nos moldes do que a CET e SPTrans organizam para o GP Brasil. Esse estudo está sendo detalhado no momento.

O que posso adiantar é que a mobilidade no entorno do Morumbi para Copa será muito melhor do que a de hoje, para eventos do mesmo porte. Não só graças a obra do Metrô mas também pelas soluções de estacionamento em estudo para o entorno e logística de acesso do público a pé, praticamente feito de forma exclusiva pela Avenida Jorge João Saad, respeitando uma faixa para trânsito dos moradores e acesso emergencial.

O estudo de mobilidade no entorno inclui o prolongamento da Avenida Perimetral até a Eliseu de Almeida, obras de drenagem e revitalização da Praça Roberto Gomes Pedrosa, o que melhora o sistema viário da região depois do evento.

O investimento de cerca de R$ 34 bilhões já anunciado pelo governo do estado e prefeitura contempla obras mais afastadas do estádio, mas plenamente justificadas numa cidade do porte de São Paulo, cujo investimento para melhorar o trânsito significa a abertura de várias frentes de intervenções.
Morumbi 2014: Quais são as obras consideras prioritárias para o acesso ao Morumbi?

CLC: A continuação da Avenida Perimetral (de Paraisópolis até a avenida Eliseu de Almeida); a construção de um sistema de veículo leve sobre trilhos (ou pneus) para ligar o aeroporto de Congonhas ao metrô, a construção de um estacionamento com no mínimo 1,2 mil vagas, e claro, a entrega da estação São Paulo-Morumbi do Metrô.

Morumbi 2014: Quantas vagas de estacionamento realmente são necessárias para o estádio?

CLC: 1.400 vagas no estádio são suficientes quando o entorno imediato é considerado na composição para a Copa. Em um estádio urbano como o Morumbi, a logistica de shuttle é mais importante do que a vaga de estacionamento dentro do estádio (a exemplo da Formula 1).

Morumbi 2014: Considerando os locais próximos, quantas vagas existem hoje na região do estádio?

CLC: Cerca de 63 mil vagas em um raio de cinco quilômetros,mas a CET está fazendo um novo estudo diante dos novos encargos que surgem, baseando-se na experiência bem sucedida da F-1 que recebe em Interlagos durante 3 dias 70 mil pessoas/dia.

Morumbi 2014: Como está o andamento do projeto do estacionamento em frente ao estádio?

CLC: Duas opções estão sendo consideradas, a que contempla estacionamento para cerca 1400 vagas e outro com cerca  de 3000 vagas, sendo que em ambas as situações há conexão do projeto com a estação São Paulo-Morumbi. O projeto, em fase de estudo de viabilidade e layout, inclui a revitalização paisagística da área e a drenagem necessária para acabar de uma vez por todas com os problemas de enchente naquela região.

O tipo de projeto/obra também está em estudo. Se será obra da prefeitura ou algum tipo de concessão onerosa.

Morumbi 2014: A imprensa que algumas cidades/estádios pediram um prazo maior para a entrega dos projetos. São Paulo vai entregar até o final do mês?

CLC: Sim

Morumbi 2014: Quais são os pontos favoráveis para a cidade São Paulo para a abertura da Copa do Mundo em 2014?

CLC: Cidade com infraestrutura de serviços e entretenimento invejável, mão de obra mais qualificada, capital econômica da América Latina,75 % dos voos internacionais chegam  a São Paulo,interesse dos patrocinadores pelo nosso mercado,Morumbi é um estádio que já existe só precisa ser requalificado,governo do estado e da cidade vão investir (e já estão fazendo) R$ 33,4 bilhões em obras de infraestrutura voltadas para mobilidade urbana, acessibilidade e transportes públicos, que é  o grande legado que um evento como esse tem obrigação de deixar.

Por último, o projeto de São Paulo para a Copa de 2014 é auto sustentável e com os pés no chão.

6 Respostas

  1. Não sei de onde foi tirado o número de 63 mil vagas na região do estádio. Qdo tem 30 mil de público, não tem vaga em lugar nenhum. Qdo é 50 mil, é um caos. Será q o sr. CLC já foi ao estádio em dia de jogo?

  2. Bela entrevista! Acredito q quanto mais vagas próximas ao estádio do Morumbi, melhor!

  3. Muito bom, parabéns. Agora que to ligando uns pontos, acho que conheço a filha dele hehe. Ah bem, voltando o assunto.

    Serviu pra dar mais segurança de que está tudo nos conformes. Creio eu que dia 21/01 teremos boas notícias e espero que já comecem a divulgar abertamente ao menos boa parte desse novo projeto (esperar mais dez dias, dia 31, martírio, hehe).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: