Sem parcerias privadas, Estados expõem planos para a Copa de 2014

lgo-fsp-430x50-ffffff (1)

Essa notícia é saiu cedo nesta quinta-feira no UOL e é da Folha. Fala que os quatro primeiros estádios que se reuniram com a Fifa ainda não têm parceiros privados acertados. Bom, o prazo dado pela entidade para que os nomes de quem bancará a obras seja revelados é o final do ano. Natural que ainda não tenham mesmo os parceiros.

Mas, serve só para mostrar que não é só o Morumbi que enfrenta dificuldades para conseguir os recursos. Na verdade, é a partir de agora que os estados e clubes vão atrás das empresas que vão ajudar a bancar as obras.

 

Segue a notícia —

Sem parcerias privadas, Estados expõem planos para a Copa de 2014

Sem apresentar nenhum parceiro privado, os quatro primeiros Estados sabatinados pela Fifa admitiram abrir os cofres públicos para bancar a construção dos seus estádios para a Copa do Mundo de 2014.

Representantes dos governos de Amazonas, Ceará, Rio Grande do Norte e Minas Gerais disseram que vão desembolsar pelo menos R$ 1,5 bilhão para reformar ou erguer novas arenas para o Mundial.

Na tarde desta quarta, dirigentes da Fifa iniciaram uma série de reuniões com as 12 cidades que vão abrigar jogos na Copa do Mundo de 2014.

“Já no ano passado, sentimos que seria difícil encontrar parceiros para a obra por causa da crise. Por isso, optamos por bancar a construção”, disse o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico do Amazonas, Marcelo Lima Filho, ao justificar o gasto de R$ 400 milhões do seu governo para construir o novo Vivaldão.

Já Ceará, Rio Grande do Norte e Minas Gerais ainda não desistiram de conseguir um parceiro privado para suas obras, mas não levaram nenhuma proposta formal à Fifa.

Até agora, nenhum dos Estados realizou a licitação para viabilizar a construção dos estádios. Todos terão que estar prontos até dezembro de 2012.

O Rio Grande do Norte pretende vender terrenos para a iniciativa privada nos arredores do estádio, onde seriam erguidos shoppings e condomínios, na tentativa de levantar os R$ 309 milhões necessários.

Nesta quinta, seis cidades serão ouvidas pelos representantes da Fifa. Na sexta-feira, São Paulo será sabatinado. O Morumbi ainda não foi aprovado pela entidade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: