Prefeitura de SP pretende fazer nova ponte sobre rio Pinheiros – Folha

dsc04971e

Essa matéria da Folha tem quase um mês, mas é a amostra de mais um projeto que ajudará a desafagorar o tráfego na região do estádio do Morumbi. Essa ponte faz parte da Opeação Urbana Água Espraiada. Com a extensão da Av. Perimetral, que se juntará ao Panamby, o bairro terá mais uma opção seja de acesso seja de saída.

Claro que tem pontos polêmicos, como o fato das alças de acesso para a ponte ficarem dentro do Parque. Mas tudo isso está sendo discutido em audiencias públicas.

Prefeitura de SP pretende fazer nova ponte sobre rio Pinheiros

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), quer iniciar ainda neste ano a construção de uma nova ponte sobre o rio Pinheiros, na zona sul.

A obra, que ligará o Jardim Santo Antônio ao Morumbi, deve criar polêmica: um dos lados da ponte acabará nas imediações do parque Burle Marx, uma das poucas áreas verdes cravadas do município. As alças ficarão sobre parte da área.

O custo da intervenção na região ficará em torno de R$ 330 milhões, incluindo o prolongamento da avenida Chucri Zaidan, que ganhará mais 3.240 metros até a avenida João Dias.

Será preciso desapropriar 117 imóveis residenciais e 64 imóveis comerciais ou industriais.

As obras estão incluídas na Operação Urbana Água Espraiada. Uma operação urbana possibilita a construção de empreendimentos imobiliários acima dos limites do zoneamento de certa região em troca de pagamentos à prefeitura, que só pode usar o dinheiro em melhorias nessa mesma região.

A conta-corrente da operação Água Espraiada dispõe atualmente de R$ 300 milhões.

A Secretaria de Infraestrutura Urbana, responsável pela obra, informou que o projeto da nova ponte “teve como diretriz respeitar os limites do parque Burle Marx, sem que fossem atingidos ou comprometidos sua vegetação e acessos”.

O engenheiro Luiz Célio Bottura, que já presidiu a Dersa (estatal que administra rodovias), afirma que a ponte Burle Marx, ao se tornar uma nova opção, vai prejudicar o trânsito em vias de acesso, em especial do lado do Morumbi.

Sobre o impacto no parque, ele questiona: “Você já viu alguma ponte onde embaixo não é um lixo?”. Sobre o fato de a prefeitura dizer que não vai derrubar árvores, ele comenta: “Os apartamentos ao redor do Minhocão [elevado Costa e Silva, que liga as zonas leste e oeste da capital] estão no mesmo lugar. Mas veja em que condições”.

A nova ponte integra pacote de obras que Kassab pretende entregar em seu segundo mandato. Prevê ainda construção de grandes túneis em ao menos quatro pontos de São Paulo.

Uma resposta

  1. Ou construimos VLT ou VLP para integrar os modais
    para deslocar pessoas e deixar o carro em casa ou
    São Paulo ñ vai resolver seu proplema até a Copa 014
    com avanlanche de torcedores e as Olimpiadas do Rio q ñ terá hotel para todo mundo, muitos terão q hospedar em São Paulo….além de adquar o Metrô em trem parador, direto, semi-direto existente em NY-USA onde tudo e parador no Metrô de SP.
    Os Alemãs estão aqui para propor negócios para financimento e colocação dessa rede monotrilhos, no BR desses trens, silenciosos, rápidos responsável nas integrações dos modais….além de milhares de linhas ociosas
    de trens de superfíce em torno de 600 km em São Paulo e grde São Paulo, onde nos Estados Unidos o carro vai até o Estacionamento dos Trens, muitos em edifícios garagens….gratuitas para os usuários…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: