Falando sobre o rebaixamento do gramado do Morumbi

Agora vou falar um pouco sobre o rebaixamento do gramado do Morumbi. Talvez fosse de fato a melhor coisa a ser feita. Mas acho que não é nada viável do ponto de vista econômico.

Pra começo de conversa, sem contar os custos com o rebaixamento, temos que lembrar as receitas que o São Paulo deixaria de receber caso isso fosse feito. Por exemplo, se o Morumbi deve dar lucro de R$ 18 milhões este ano, estamos falando de três anos sem esse lucro em nossas contas. Sem contar que jogar em estádios menores, pode gerar menos receita, já que teremos que pagar aluguel e existe uma menor possibilidade de encher o estádio.

Outro ponto é que não é nem um pouco cabível aumentar a capacidade do estádio. Cada vez menos se faz estádios para mais de 65 mil pessoas. Quem faz, corre sérios riscos de ter um grande elefante branco.. teremos um na África do Sul e outro em Brasília. Rebaixar muito o gramado influencia também na visão do anel superior. Os assentos mais pra cima do estádio poderiam ficar com a visão prejudicada e estariam mais longe do gramado.

Para mim, o ideal seria transformar os anéis intermediários em camarotes, e fazer a partir da altura deles uma extensão onde ficariam as cadeiras cativas e todo o espaço do anel inferior. Com isso, teríamos praticamente a mesma capacidade. Neste caso, também  teríamos problemas com receitas do clube. Apesar de que, daria para fazer aos poucos, sem fechar o estádio.

A volta… agora de vez

A vida não está fácil. A correria foi maior do que eu esperava e vou tentar manter uma disciplina de atualização diária. Vi algumas coisas nos últimos dias sobre o Morumbi. Desde o fato do BNDES vai de fato financiar a obra dos estádios particulares nos mesmos moldes dos públicos, como alguns detalhamentos do projeto.

Recebi essa semana uma informação muito importante. É praticamente consenso no Clube dos 13 que o Morumbi será o estádio de abertura da Copa do Mundo. Isso é importante por um simples motivo. A mesma fonte que me contou isso, já havia me dito que era certo que haveria um veto do Morumbi por parte da Fifa. Isso de fato quase aconteceu porque o São Paulo não quis usar o tal escritório indicado para o Morumbi.. preferiu usar o Ruy Ohtake. Depois que contratou a GMP, as coisas mudaram.

Mudaram a ponto do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, dizer que o Morumbi é o estádio de São Paulo para a Copa. Que mudanças foram pedidas e devem ser feitas. Vale lembrar que até pouco tempo, o RT tinha dito que o que a Fifa diz não é bobagem e que eles são os mais indicados para falar de estádios.