Em que time ele joga?

De que lado?

Coloquei abaixo três notícias. Uma delas é do Lance, com o governador Alberto Goldman dizendo que não tem essa de novo estádio. A outra não sei se podemos confiar na fonte, há que é do Cosme Rimoli.

O que chama a atenção é que tanto presidente Lula, quanto o governador Goldman e o prefeito Kassab apóiam o Morumbi.

No entanto, existe uma corrente grande de gente que acha que o Kassab faz jogo duplo. Na África do Sul, esses dias, ele chegou a afirmar que a cidade de São Paulo poderia se contentar com um estádio menos importante e ter o centro de imprensa.

A impressão que tenho é que de fato o Kassab trabalha (ou trabalhou) para o estádio de Pirituba. Só não é fácil arrumar investidor. Então, para não se queimar, ele fica fazendo esse jogo. O fato é que a se confirmar o projeto de Pirituba, o Kassab será considerado traidor pelo São Paulo e perderá muitos votos para a próxima eleição que disputar.

Bom, sem o Estado de São Paulo não pode abrir mão da Copa. A construção de um novo estádio se pagará com o turismo gerado na cidade depois da Copa…etc”.  Só que os políticos mantiveram suas posições.

Agora, que já faz praticamente um mês que o Morumbi foi descartado da Copa, parece que surge um movimento para que o estádio volte. Ainda acho bastante pouco provável. Só tenho certeza que um estádio em Pirituba não tem condições de ficar pronto até 2014.

Hoje (quinta 8/7) o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, disse os prazos estão curtos. Que a cidade de São Paulo precisa definir o que irá fazer para 2014. Isso é uma clara pressão para que se faça um novo estádio. No entanto, a cada nova declaração de político contrária a isso, fica mais inviável começar um novo estádio. Ainda mais em ano de eleição.

Nos próximos posts vou colocar algumas das notícias de destaque de quinta-feira. Agora, com o lançamento da Copa de 2014, tende a ter mais notícias do estádio de São Paulo, que pode ser o Morumbi ou não.

Governador de São Paulo opõem-se a construção de estádio

Para Alberto Goldman, estado tem locais em condições de receber jogos de Copa do Mundo

LANCEPRESS!

O governador de São Paulo, Alberto Goldman, botou ainda mais fogo na discussão sobre o estádio paulista na Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil. O mandatário discorda sobre a necessidade de construção de uma nova praça para abrigar os jogos:

– Tem gente que diz: você precisa construir um estádio para a Copa do Mundo. O Morumbi não serve, o Pacaembu não serve, o Parque Antártica não serve, nenhum serve. Tem que fazer um novo estádio, um novo ‘monstro’ para caber 65 mil, 70 mil pessoas, eu digo: construir um estádio para de vez em quando usar? Eu tenho estádios aqui, eu não preciso de estádios novos. Eu tenho, para que eu preciso de mais?

Com o veto da Fifa ao Morumbi, ganhou terreno a possibilidade de construção de um estádio na região de Pirituba. O prefeito Gilberto Kassab, porém, ainda espera convencer a entidade de que o estádio do São Paulo pode ser o palco do estado no Mundial.

Exclusivo. Lula, na África. “Kassab, não desista do Morumbi na Copa de 2014. Eu não desisti”…

Johannesburgo…

O presidente Lula quebrou todo o protocolo no lançamento da logomarca do Brasil na Copa do Mundo.

Fez questão de dar entrevista para os repórteres que invadiram o palco onde ele estava.

Teve de ser arrastado pelos seguranças para parar de falar.

Para deixar clara a força do presidente Ricardo Teixeira, Lula voltou atrás na sua declaração contra o continuísmo.

Teixeira vai atingir no mínimo 25 anos no poder até o final da Copa de 2014.

“Respondi uma perguntado e apenas disse o seguinte: a CBF é uma entidade privada.

Portanto não cabe ao presidente da República dar palpite na eleição da CBF.

Quando era presidente  do sindicato decidi que ninguém poderia ficar mais do que dois mandatos.

A eleição da CBF é decidida pelos presidentes das Federações.

O presidente da República já tem problemas demais para ficar preocupado com a eleição da CBF.”

Depois de voltar atrás na reclamação contra o continuísmo, Lula defendeu com veemência Dunga.

Antes não quis falar sobre quem considera ideal para ser o novo treinador.

“Olha, eu acho que o Brasil tem vários técnicos.

Eu não estou preparado para ser técnico.

Mas para dar palpite, eu estou.

Se alguém pedisse palpite…

Eu não vou indicar nomes.

Acho que houve injustiça com o Dunga.

O Dunga foi duro com a imprensa.

Mas fez um bom trabalho com a Seleção

Isso tem de ser destacado.”

Ele confessou que esperava ver a Seleção Brasileira campeã do mundo na África.

“Eu pensei que fosse mesmo.

Não havia adversário tão forte.

A Itália tinha ido embora na primeira fase.

Cheguei a esperar por uma decisão do Mercosul, com o Brasil e outra seleção da América do Sul.

Mas veio a Holanda e dois gols inesperados de cabeça.

Em 2014, eu espero que o Brasil faça os gols de cabeça e seja campeão.”

Depois da coletiva improvisada, interrompida por seguranças que o arrastaram, ganhou um grande abraço.

Do Impostor do Pânico.

Aí se afastou, mas fui atrás.

Valeu a pena.

Vi Lula pegar no braço do prefeito Kassab e falar bem baixo.

“Continue a brigar pelo Morumbi.

Não vou desistir, também.

Não há porque construir um novo estádio em São Paulo para a Copa.

Nem para o Corinthians, nem para ninguém.”

Kassab não esperava, ficou surpreso.

E respondeu.

“Pode deixar, não vou desistir.”

E, finalmente, os seguranças os arrastaram para longe do lançamento da logomarca.

Exclusivo.”O apoio do Lula era tudo o que eu precisava para brigar pelo Morumbi”, Kassab

Johannesburgo…

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab ficou surpreso com o apoio aberto do presidente Lula ao Morumbi.

Consegui uma entrevista exclusiva aqui sobre o assunto.

A conversa foi direta, objetiva.

O que o senhor achou do apoio de Lula ao Morumbi?

Era o apoio que eu queria.

O presidente entendeu o meu pobnto de vista.

Estou brigando com vontade para que a Fifa perceba o erro que está cometendo.

Não é justo deixar um estádio que está pronto para exigir a construção de um outro.

O presidente Lula conhece muito bem São Paulo, sabe o que está falando.

O apoio dele será fundamental para a Fifa rever o seu veto ao Morumbi.

Por que a sua obsessão pela liberação do Morumbi?

Porque São Paulo não pode se aventurar na construção de um novo estádio para a Copa.

O Morumbi é o nosso maior estádio.

Há como reformá-lo, com espaço suficiente para um centro de convenções, o que precisar.

Está tudo no projeto.

Sei que pela importância de São Paulo na América Latina é marcante para a Fifa ter a nossa cidade na abertura da Copa.

Não há obsessão nenhuma.

É uma questão de praticidade, não brincar com o dinheiro público.

Vou conversar com o presidente Ricardo Teixeira, sei que posso convencê-lo a levar nossa proposta para a Fifa.

Não há porque construir uma nova arena em Pirituba só para a Copa.

Não tem cabimento com o Morumbi podendo ser reformado.

O senhor vê politicagem por trás, interesse de algum clube, dizem do Corinthians para tirar o Morumbi da Copa.

Participação da CBF…

De jeito nenhum.

O problema é a postura da Fifa.

Alguns técnicos não abrem mão de alguns detalhes que podem ser contornados.

Não estou comprando uma briga política com ninguém.

O Corinthians não influenciaria a Fifa.

Nem a CBF tem interesse de prejudicar o Morumbi.

O problema é a resistência forte ao estádio.

Eu quero mostrar que temos todas as soluções para as questões que os técnicos levantaram.

Vou brigar até o final para que eles me ouçam.

Então o veto da Fifa não é definitivo?

Eu tenho certeza de que não é.

Vou conversar com o presidente Ricardo Teixeira.

Preciso do apoio dele nesta luta para que São Paulo participe da Copa, mas sem desperdiçar dinheiro público.

E com o apoio do presidente Lula, acho que a situação poderá ser revertida.

São Paulo vai ficar sem a Copa de 2014?

De jeito nenhum

A Fifa não fará um Mundial sem São Paulo.

E vai acabar entendendo que o estádio ideal é o Morumbi.

Como prefeito estou brigando para o será melhor para a nossa cidade.

E você viu que não estou mais sozinho nessa luta.

Não vou desistir…

Anúncios

Tentando voltar

Desde o dia da apresentação do novo projeto do Morumbi, o primeiro com a GMP, passei a ficar um pouco mais afastado do blog. A minha impressão na época era de que estava tudo resolvido. Que tudo daria certo. Além disso, o meu trabalho passou a consumir muito tempo e deixei o blog de lado.

Outro ponto é que toda notícia do Morumbi começava me deixar irritado. Mesmo sem atualizar o site via todo o discurso que o Morumbi estava aprovado, mas sempre notícias de bastidores de que ele seria vetado.

Na minha opinião, aconteceu que a Fifa passou a exigir muita coisa do Morumbi sabendo que o estádio ficaria muito caro e que o São Paulo não teria condições de fazer. Com isso, ou o São Paulo teria que ou fazer uma loucura, ou desistir… Foi mais ou menos o que aconteceu. O SPFC apresentou outro projeto. Era tudo que o COL, CBF e Fifa queriam para vetar o Morumbi.

A grande surpresa para mim veio após o veto. Eu imaginei que os políticos entrariam com o discurso: “Bom, sem o Estado de São Paulo não pode abrir mão da Copa. A construção de um novo estádio se pagará com o turismo gerado na cidade depois da Copa…etc”.  Só que os políticos mantiveram suas posições.

Agora, que já faz praticamente um mês que o Morumbi foi descartado da Copa, parece que surge um movimento para que o estádio volte. Ainda acho bastante pouco provável. Só tenho certeza que um estádio em Pirituba não tem condições de ficar pronto até 2014.

Hoje (quinta 8/7) o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, disse os prazos estão curtos. Que a cidade de São Paulo precisa definir o que irá fazer para 2014. Isso é uma clara pressão para que se faça um novo estádio. No entanto, a cada nova declaração de político contrária a isso, fica mais inviável começar um novo estádio. Ainda mais em ano de eleição.

Nos próximos posts vou colocar algumas das notícias de destaque de quinta-feira. Agora, com o lançamento da Copa de 2014, tende a ter mais notícias do estádio de São Paulo, que pode ser o Morumbi ou não.

Morumbi 49 anos e Rio 2016.

Hoje é um dia especial. O Morumbi completa 49 anos de vida. Como não tive (nem terei) tempo de preparar um especial, sugiro que visitem o site do meu amigo Michael Serra, o http://www.spfcpedia.blogspot.com

Com essa história de Rio 2016, o Morumbi pode ser favorecido também. E hoje quase não temos notícias relacionadas a 2014.  Esse é um dos motivos por ser a favor do Rio. Mas, também fico preocupado com uma reedição do que aconteceu no Pan 2007.

ps. Fui obrigado a passar a moderar os comentários. Apesar de ser um espaço democrático, aqui a idéia é muito mais discutir o projeto e apoiar o Morumbi.

Audiência pública sobre a Linha 17 Ouro

Aconteceu na manhã desta sexta-feira em São Paulo a audiência pública referente à Linha 17 Ouro, que deve ligar a estação São Judas ao Aeroporto de Congonhas. Sendo que essa linha depois deve (ou pode…) chegar até à estação São Paulo-Morumbi da Linha 4 Amarela.

A audiência pública é uma etapa burocrática no processo de licitação. Não estive presente no local, mas alguns colegas que discutem no fórum SkyscraperCity estiveram lá. Pelas primeiras informações, não há muita novidade em relação ao que já foi dito aqui quando publiquei o documento com informações preliminares do projeto.

Pelas informações vindas da audiência, serão três etapas de obras, sendo a primeira a ligação de Congonhas com São Judas. A grande novidade é que parece que será uma linha sem estações intermediárias. Para essas obras, serão três processos de licitação diferentes. Provavelmente para entregar o mais rápido possível a ligação do aeroporto com a rede metroviária. 

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17000.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17001.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17004.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17005.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17006.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha170081.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17008.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17009.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17010.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17012.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17013.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17014.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17015.jpg//

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17016.jpg?

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17017.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17018.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17019.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17020.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17021.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17024.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17025.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17026.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17027.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17029.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17030.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17031.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17033.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17035.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17037.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17038.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17040.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17041.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17043.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17044.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17045.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17047.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17048.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17049.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17050.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha170053.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17054.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17056.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17058.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17060.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17061.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17062.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17063.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/090918AudinciaMetrLinha17066.jpg

http://i657.photobucket.com/albums/uu294/GuilhermoPanebianco/Foto-0171.jpg

Retomando as atividades

Passei os últimos dias doente e por isso quase não atualizei o blog. Mas, acompanhei o noticiário neste período. O que mais me chamou a atenção é o posicionamento da imprensa paulista (os colunistas) em defesa do Morumbi e contrários ao uso de dinheiro público para a construção de um novo estádio.

Outro ponto interessante foi o desmentido da CBF sobre a nota que saiu na Folha de S. Paulo na quinta-feira. O texto da coluna Painel FC dizia que um eventual veto do Morumbi seria por ordem do Ricardo Teixeira.

Já nesta segunda-feira, saiu na mesma coluna Painel FC que Marco Polo de Nero estaria radiante com essa história de que o Morumbi seria vetado. Isso tem um claro motivo que é a briga do São Paulo com a entidade. A outra seria o interesse da FPF na construção de um estádio dela.

De qualquer forma, fico pensando. Claro que as vezes o São Paulo toma algumas medidas arrogantes. Mas, qual seria a postura ideal? Depois de assumir rusgas contra a FPF, vai voltar atrás e ficar quietinho? Já estamos assim com a CBF… Será correto ficar quieto só para evitar desgastes políticos? E o que fazer quando acontece coisas como a do final do Brasileiro do ano passado?

Será que o fato do São Paulo não ter nem reclamado que o jogo contra o Santo André, que será em Ribeirão Preto já é uma mudança? A diretoria não reclamou, como costumaria fazer anteriormente.

TAV deverá sair em até seis anos – Estadão – 4/9

Tav

Bom, o pessoal de Brasília já caiu na real e sabe que o TAV Brasil não ficará pronto para a Copa de 2014. Como eu já disse, é uma obra muito importante para o país e não deveria ser feita somente com esse horizonte. É preciso que ela seja executada mesmo que não fique pronta para 2014 e 2016.

Algumas prioridades devem ser traçadas. Por exemplo, o trecho entre Campinas e São Paulo. É uma opção a mais de aeroporto para a cidade e região. Sem contar que será fundamental para 2014, já que teremos uma Copa de aeroportos. Dando tempo, poderiam fazer a ligação também o Vale do Paraíba.


Trem-bala deverá sair em até seis anos, estipula governo

O governo federal estipulou prazo máximo de seis anos para a construção do trem de alta velocidade (TAV) entre Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro. Ontem foi divulgada a modelagem econômico-financeira, um dos últimos obstáculos para o desenrolar do projeto. A maior preocupação era sobre o financiamento da construção. Pelo modelo, 70% do projeto contará com verba pública. Os 30% restantes serão da iniciativa privada. O outro obstáculo é ambiental. A União tenta acelerar a tramitação do licenciamento, que passará em regiões de mata atlântica e áreas bastante habitadas.

O projeto, avaliado em R$ 34,6 bilhões, terá R$ 20,6 bilhões financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O governo também assumirá os custos das desapropriações, algo em torno de R$ 2,3 bilhões, e injetará R$ 1,1 bilhão na estatal que vai operar o TAV, a Empresa de Transporte Ferroviário de Alta Velocidade (Etav). Caberá aos empresários contrapartida de R$ 7 bilhões.

Além de toda a verba federal, o concessionário contará ainda com isenção de ICMS e de outros impostos – PIS e Cofins – para a aquisição de materiais. Essa renúncia chega a R$ 7 bilhões, segundo Bernardo Figueiredo, o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). “Já acertamos com o governo do Rio a isenção do ICMS. Aguardamos a resposta do governo de São Paulo.” Se os paulistas aderirem à renúncia, a isenção de impostos poderá dobrar.

O leilão que definirá o ganhador da licitação será feito na BM&F Bovespa. Haverá ainda, segundo Luciano Coutinho, presidente do BNDES, um financiamento do Eximbank de R$ 3,3 bilhões para máquinas e equipamentos, o que completa a participação de 70% de dinheiro público. Já o empréstimo do BNDES será pago em 30 anos, com carência de 5,5 anos para o primeiro pagamento, juros de 1% ao ano e taxa de juros de longo prazo (TJLP).

Balanço de dois meses de blog

Neste sábado o blog completa dois meses de vida. No primeiro mês, falava satisfeito de quase quatro mil visualizações da página. Passados 30 dias, agora a soma é de quase 18 mil. Uma grande honra. Claro que os momentos de definição sobre as sedes, a entrevista com o Caio, etc. ajudaram muito nesse impulso.

Quero agradecer a todos e dizer que nos últimos dias as notícias deram uma diminuída e meu envolvimento em diversos projetos paralelos fez com que não pudesse ficar tanto tempo cuidando do blog.  Mas vamos seguindo. Sempre vou trazer novidades aqui.

Muito obrigado a todos.